Unifesp inicia estudo para avaliar 3ª dose em vacinados com Coronavac

Pesquisa encomendada pelo Ministério da Saúde será feita com 1,2 mil voluntários recrutados em São Paulo e Salvador

Unifesp inicia estudo para avaliar 3ª dose em vacinados com Coronavac

A Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) inicia, nesta segunda-feira (16/8), um estudo para avaliar a 3ª dose da vacina contra a Covid-19 em 1,2 mil voluntários, sendo 600 de São Paulo e os outros 600 de Salvador. “Além de avaliar a necessidade de mais uma dose, o estudo, que tem duração de um mês, também avaliará se é possível, bem como se é vantajoso, misturar as vacinas hoje disponibilizadas para a imunização contra a Covid-19”, explica a coordenadora do Centro de Referência para Imunobiológicos Especiais da Unifesp, Lily Yin Weckx. Para o estudo, foram recrutados voluntários que já cumpriram o ciclo vacinal, ou seja, receberam as duas doses da vacina, há pelo menos seis meses. Dentro deste recorte da amostra, entraram somente pessoas que foram imunizadas com a vacina Coronavac. Mais sobre o assunto Vacinação de idosos de 74 anos no DF Saúde Moradores de Paquetá acima de 60 recebem 3ª dose de vacina neste mês produção coronavac - instituto butantan Saúde Tarcísio Meira: idosos vacinados com Coronavac devem tomar dose reforço? vacina de oxford/astrazeneca Saúde Já fui vacinado contra a Covid-19. Posso tomar outro imunizante? Saúde Tarcísio e Glória: entenda por que desfecho da Covid foi diferente para o casal Os 1.200 voluntários foram divididos em quatro grupos. Cada grupo receberá como terceira dose uma das quatro vacinas aplicadas no país: Coronavac, Oxford/AstraZeneca, BioNTech/Pfizer e Janssen. PUBLICIDADE Após a aplicação da terceira dose da vacina, os voluntários farão visitas ao centro onde o imunizante foi aplicado para coleta de sangue e outras avaliações. Por ser coordenador do estudo, a análise e os resultados serão divulgados pelo Ministério da Saúde.