Padeiro que pagou R$10 por sexo oral com menino de 11 anos é preso

O caso ocorreu na terça-feira (17/5). O criminoso confessou o crime após ser pego pelos policiais na manhã desta quinta-feira (19/5)

Padeiro que pagou R$10 por sexo oral com menino de 11 anos é preso

Um padeiro foi preso, na manhã desta quinta-feira (19/5), pelo crime de estupro de vulnerável após pagar R$10 para fazer sexo oral com um garoto de 11 anos. O homem, 56 anos, confessou o crime. O caso ocorreu na terça-feira (17/5), no Sol Nascente. Segundo apuração da 19ª Delegacia de Polícia (Ceilândia), responsável pela investigação, o menino foi entregar um eletrodoméstico a pedido do pai e, no caminho, foi abordado pelo padeiro. Na oportunidade, o homem então ofereceu o valor para que o garoto praticasse sexo oral com ele. O ato ocorreu dentro de uma casa na região do Sol Nascente. Se condenado, o padeiro poderá pegar até 15 anos de prisão. Descoberta Conforme a investigação, o crime foi descoberto após a criança ter levado o dinheiro para a escola e comentado com os professores que ganhou a quantia de forma “muito suado”. Os docentes chamaram o conselho tutelar. O garoto foi levado para a 19ª DP e contou o ocorrido.