Inglaterra acaba com obrigatoriedade de máscaras e libera eventos

As medidas tomadas pelo governo visam a campanha de vacinação no país, que já imunizou 86% dos adultos com a primeira dose da vacina

Inglaterra acaba com obrigatoriedade de máscaras e libera eventos

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, anunciou nesta segunda-feira (5/7) que a obrigatoriedade de máscara na Inglaterra vai acabar no dia 19 de julho. Além disso, medidas como a restrição de reunião e necessidade de distanciamentos também não serão mais obrigatórias. De acordo com o primeiro-ministro, as boates poderão reabrir e não haverá limite de capacidade em hospitais ou outros locais de tratamento de saúde. As medidas tomadas pelo governo visam a campanha de vacinação no país, que já imunizou 86% dos adultos com a primeira dose da vacina contra a Covid-19. PUBLICIDADE O fim das regras para evitar o contágio não vale para todo o Reino Unido. Irlanda do Norte, País de Gales e Escócia ainda terão que observar as regras mesmo depois do dia 19 de julho. Mais sobre o assunto Saúde Cepa indiana faz Boris Johnson adiar fim das restrições na Inglaterra Boris Johnson, primeiro ministro do Reino Unido Saúde Sem mortes por Covid-19, Inglaterra avança nas medidas de relaxamento ilustração de pessoas com máscara no rosto, coronavírus Saúde Com vacina, Covid não é mais principal causa de mortes na Inglaterra Intervalo entre vacinas O governo da Inglaterra pretende reduzir o intervalo entre a primeira e a segunda dose entre vacinas. De 12 semanas, passará para oito. Isso será válido para aqueles que têm menos de 40 anos. A expectativa é que, dessa forma, até meados de setembro todos os adultos estejam vacinados.